Qualquer semelhança entre Personas e Personagens não é mera coincidência



Cada vez mais, as pessoas estão se profissionalizando em um pouco de tudo para se especializarem em uma só área, mas com visão geral, crítica e comparativa do negócio. Ao somar pontos essenciais que aprendi como roteirista e arquiteta da informação, fiz a seguinte associação de profissões:

1. O principal do trabalho de um roteirista é achar um personagem principal para começar a decupar todo o enredo. E o principal para um arquiteto começar seu protótipo, é definir bem suas personas.
2. O personagem de roteiro tem um comportamento específico e um modelo mental que vai guiar sua decisão no momento de escrever um determinado Plot Point ou cena. E como arquiteto, cada grupo de personas se comporta de maneira diferente em determinada situação, direcionando as funcionalidades aplicadas na interface.
3. Se o roteirista não entender bem o modelo mental dos seus personagens, a história perde atração. Se o arquiteto perder o foco das suas personas, o site perde a consistência e usabilidade.
4. Um roteirista monta cena por cena e não pode perder a ligação do enredo, mesmo que a história não seja linear. O arquiteto, constrói frame a frame e, mesmo que não seja uma navegação linear, todos os links tem que fazer sentido entre as áreas conectadas.
5. O roteirista, antes de começar a escrever, precisa saber como vai ser o começo, o meio e o fim da história, se não quiser perder tempo. O arquiteto, se não quiser perder seu trabalho ou seu cliente, tem que saber como vão ser arquivadas ou processadas as informações para guardar ou devolver os dados gerados e usar adequadamente o banco de dados para melhorar os negócios.
6. O roteirista define como vai ser o filme com uma história que fica para sempre marcada na mente das pessoas, sejam boas ou ruins. O arquiteto da informação define como vai ser o site/interface e, se fizer bem feito, vai gerar fidelidade à marca ou produto vendido e pode ser "assistido" mais uma vez.

É simples assim, só precisa achar o ponto principal de tudo isso: as pessoas.

Comentários

Marco Moreira disse…
Muito bom Melina!! Adorei!
Eu estou para fazer uma comparação também, mas com Arquitetos de informação e Arquitetura e Urbanismo, Pedreiros e programadores, etc..rs

Acho que o método que vc utilizou para explicar quem somos e o que fazemos cabe muito bem, uma vez que ainda somos OVNIs aqui na Terra..rs

Postagens mais visitadas deste blog

Curso rápido ou Pós-graduação em Arquitetura da Informação?

Quer saber porque fazer os workshops do UXConf BR? A gente ajudou você.

Interaction Design: interação fora das telas | 1a parte