Mobilidade: onde isso vai parar?

Fonte da Figura

Quanto se fala em mobilidade você pensa em celular, certo?


ERRADO: notebooks, tablets , consoles de games ou smartphones ou outros dispositivos que promovam informação, educação, diversão, facilidades, comunicação e expressão pessoal que possam ser acessíveis em qualquer lugar devem ser considerados.


Hoje, falamos de smartphones. Amanhã, falaremos de relógios, braceletes, canetas, roupas, tênis.


Mas o que temos feito para aproveitar essa mobilidade se a todo momento ainda temos que provar a nossos clientes que vale a pena investir em mobile?


O mercado de smartphones nunca esteve tão pulsante. O Brasil é o país da vez nesse segmento: temos condição econômica cada vez mais favorável; a classe C/D como um dos principais consumidores de tecnologia móvel, especialmente celulares; as operadoras promovendo o acesso a internet a baixo custo; o alto nível interesse do brasileiro por inovação, relacionamento e compras... e tudo isso não precisa de fontes para provar. Basta rodar um shopping durante meio período e pronto! (Isso também deveria ser uma das disciplinas de UX.)


É fato que a cultura de consumo de dispositivos móveis no Brasil é retardada se comparado com Europa e EUA. Mas os brasileiros são pioneiros em aceitação do novo. Vê-se pela adesão das pessoas às redes de relacionamento, pela procura de iPhones e até pela Apple ter pensado em montar fábrica aqui.


O que nossos clientes deveriam perceber é que esse é o tempo de investir pra valer em mobilidade. Se o Brasil é mesmo a bola da vez como os investidores afirmam, o tempo de inovação para aplicações em smartphones pode passar rápido demais. E nossos consumidores estarão ávidos por novos devices e funcionalidades mais atraentes, que independem de um serviço de voz, cada vez mais sendo substituído por mensagens instantâneas. Isso significa menos inovação para sua marca e muito mais do mesmo.


A inovação não tem que andar junto com a cultura de consumo. Tem que ser um passo a frente.


Já parou para pensar hoje o que estamos fazendo por isso?




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Curso rápido ou Pós-graduação em Arquitetura da Informação?

Quer saber porque fazer os workshops do UXConf BR? A gente ajudou você.

Blockchain e Bitcoin_interpretação para #newbie